Nos dias de hoje este edifício é sede do Centro de Interpretação Via da Prata (Centro de Interpretación Vía de la Plata). Tinha sido uma antiga enfermaria (séc. XVIII) e refúgio para onde se trasladaram os frades franciscanos do convento da ordem (quando ficou sem uso na Guerra da Independência). Deste edifício ainda se conserva uma portada com as insígnias dos franciscanos. Dentro existe um claustro com arcos de volta perfeita sobre colunas monolíticas. Também guarda no seu exterior um campanário de tijolo (caiado) com três vãos de arco de círculo. Ficou afetado pela desamortização de Mendizábal de 1836, motivo que lhe causou a sua desaparição definitiva como fundação assistencial e sanitária.

Compartir esto
Esta web utiliza cookies propias y de terceros para su correcto funcionamiento y para fines analíticos. Al hacer clic en el botón Aceptar, acepta el uso de estas tecnologías y el procesamiento de sus datos para estos propósitos. Ver
Privacidad
X